https://www.poetris.com/
Sonetos : 

À JANELA DOS CAMARINS

 
Tags:  SONETOS 1999  
 
À JANELA DOS CAMARINS

Era janela em oito basculantes
Que alterna acima-abaixo na abertura,
Onde s’enquadram à guisa de moldura
De meninas os rostos por instantes.

Assomam à janela as expectantes
Bailarinas de mui bela figura:
A primeira, à direita, a olhar apura
A graça das demais que, insinuantes,

Sorriem aos que vêm para o teatro.
Já paramentadas, o riso infantil
D’elas se faz uníssono nas quatro,

Ao passo que a segunda de perfil.
A última, entanto, súbito m’encara,
Como visse qu’eu as fotografara...

Betim - 01 04 1998


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
56
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.