https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O VAGABUNDO

 
Ausente do mundo
Ausente da vida
Chegou ao fundo
Não tem mais saída
O pobre vagabundo
De cabeça perdida
Vagueia nas ruas
Vagueia nas estradas
Pelas pedras nuas
Daquela calçada
Chegou mais além
Sem saber porquê
Dinheiro não tem
Comida não vê
E a sorte jamais
No chão vai dormir
Envolto em jornais
Num qualquer jardim
A ouvir os pardais
Uma vida perdida
Ausente do mundo
Numa esperança sentida
É assim a vida
De um pobre vagabundo

 
Autor
Paulo Silva
 
Texto
Data
Leituras
2194
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
1
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessé barbosa de oli
Publicado: 05/09/2008 18:19  Atualizado: 05/09/2008 18:19
Da casa!
Usuário desde: 03/12/2007
Localidade: SALVADOR, Bahia
Mensagens: 334
 Re: O VAGABUNDO
vc descreve e pinta com concisa e extrema
sensibilidade como também acuidade
a cromática do desespero.
meus aplausos, paulo.