https://www.poetris.com/
Sonetos : 

ENSURDECEDOR

 
Tags:  SONETOS 2022  
 
ENSURDECEDOR

Uma bomba a faiscar fio a pavio,
Que logo engole tudo pela frente.
Vaza tímpanos... Zune tão-somente,
Como fosse um uníssono vazio.

Era zumbido zoando de assovio
E mais nada de vozes de mais gente.
Ao redor parecendo tudo ausente,
Enquanto cada mente em desvario.

Mas depois do terror, um alvoroço
Onde braços e pernas agitadas
E o absurdo silêncio das calçadas.

Quem mantiver cabeça no pescoço,
Tenha para si quanto o instante aterra:
Eis a música da arma; o som da guerra.

Betim - 16 09 202


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
107
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.