Poemas : 

Tempo sombrio

 
Tags:  poesia    social  
 
Sonhei que eu olhava para um tempo sombrio.
Som, brio, alma, visão, paladar, olfato, tato, todos os sentidos
Sendo atingidos pelo vácuo que se abriu.
Dele emergiu um espírito de porco,
Muito cínico e muito louco,
Que queria de mim arrancar o pensar.
Se me arrancar o pensar em mim nada vai restar!

Ele é a chuva, o sol, o ar da minha vida,
Sem ele ela é um cisco atingido numa corrida,
Irei bater a cabeça na parede da memória,
Serei livre como um pássaro numa gaiola.

Se eu não puder bater asas, contemplar, perceber,
Cantar e contar o amanhecer e o que eu ver
Sem dúvida, irei perder o que herdei
E não saberei por onde andar nem aonde andei.

Sem a barca do pensar
Serei arrastado pelas águas que correm para o mar.
Se suprimirem de mim essa dama,
Em mim só restará lama.
Que pesadelo pensar
Que a barca do pensar vai afundar.
Acordei embaraçado como se tivesse levado um sacode.
Era o som do alarme repetindo: acorde, acorde...

 
Autor
magnoerreiraal
 
Texto
Data
Leituras
124
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 18/06/2024 20:42  Atualizado: 18/06/2024 20:42
Membro de honra
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 1937
 Re: Tempo sombrio
Gostei demais do poema, muito bem escrito e reflete uma realidade. Sem pensar não somos ninguém.

Enviado por Tópico
AlexandreCosta
Publicado: 20/06/2024 15:10  Atualizado: 20/06/2024 15:10
Da casa!
Usuário desde: 06/05/2024
Localidade: Braga
Mensagens: 208
 Re: Tempo sombrio
seria o mesmo que viver sem alma! :)