https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Desabafo : 

Tao longe e tao perto

 
 


Eu hoje eu habito num deserto,
ao longe vens tu,
sempre ao longe tão perto,
habito num deserto,
e eu só quero o teu olhar,
como a luz num rosto de uma doçura antiga.
Habito num deserto,
a paisagem lenta,
o espreguiçar dos dias,
as noites sem fim,
O teu rosto fragmenta-se
em mil e uma noites
que nunca terei do teu lado,
habito no deserto,
já não sei para onde vou,
dá-me uma mão,
mesmo que seja para me
apontares que o horizonte
é nulo,
e a ausência se prolonga
em todas as coisas.
Dá-me a imagem do rosto amado,
e a mão ilusória-
(habito num deserto,
tão longe de ti, tão perto) vem...




Open in new window
 
Autor
isabel santos
 
Texto
Data
Leituras
1377
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.