Poemas, frases e mensagens sobre perdão

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares sobre perdão

Sim ou Não?

 
A traição só é aceita quando não há perdão.
 
Sim ou Não?

Insensato Coração

 
Insensato Coração
 
Quero-te abraçar bem forte. Talvez,
O último abraço em que vou sentir,
Teu corpo ao meu, pois tua insensatez,
Magoou-me, mesmo amando, vou partir.

Teu amor não passou d’uma quimera,
Dum fingido e mentiroso coração.
Qu’ me fez pensar que tu eras sincera,
Na realidade o que sentias era ilusão.

Estás em meu peito e nele vais ficar. –
Mesmo sabendo que eu fui como vento...
Que passa, mas meu amor vai continuar!...

... Nele há razões que não sei explicar!
Coisas do amor... Deste sentimento,
Que brotou pra ficar. Nasceu pra te amar.

-**-Elias Akhenaton-**-
 
Insensato Coração

RECONCILIAÇÃO

 
RECONCILIAÇÃO
 
 
"Quem ama verdadeiramente a tudo
sabe perdoar no eterno amar"

---------------------------------------------------------------
POR FAVOR, PARA MELHOR LEITURA, CLIQUE NO POEMA
 
RECONCILIAÇÃO

ESPINHO NA CARNE

 
ESPINHO NA CARNE
 
O semblante desfaleceu,
Pois a dor era tão forte...
Que o coração sangrou!
Fenecendo, foi consumindo a carne.
Gotas de sangue, o pecado minando...
Longe à cobertura divinal.
O coração sangrando!
Sangrando...
Espinhos na carne,gotas de sangue...
Chorando o coração.
Deus retira os espinhos da carne,
Do coração magoado!
Um dia, Jesus também sangrou,
Imaculado, por todos nós.
Se fez carne para viver
E entender o homem.

24/07/2012-Mary Jun

Obrigada querida Volena pela belíssima interação!

Espinhos de ódio
na fonte cravados
é sangue que lava
numa dor profunda
os nossos pecados.
Sejamos gratos
ao amor infinito
pedindo perdão
orando louvando
ao Jesus Bendito!

Volena
 
ESPINHO NA CARNE

AMIGO

 
Amigo.
Cinco letras apenas.
Às vezes tanta confusão... Dilema.
Fácil de pronunciar.
Difícil de constatar.
Sentir de facto no peito.
Ter por ele respeito.
Carinho, dedicação.
Porque ser amigo,
é algo acima do imaginável.
Ser amigo é compartilhar.
Ser amigo é amar.
Ser amigo é orientar.
Dizer sim, mas também dizer não.
Ser amigo é estar presente mesmo na ausência.
Ser amigo é ter essência.
Desprendimento, partilha, perdão.
E ser solidário em qualquer ocasião.
É apontar falhas, exaltar virtudes.
Mas ser amigo é algo assim inexplicável,
que não tem uma exata dimensão.
Porque ser amigo.
É coisa, do fundo do coração.
 
AMIGO

Me perdoa..

 
Me perdoa..
 
Meu Amor,
perdão se levei tempo de mais!
Deixei os Fantasma do meu passado assombrar...
Me descuidei em não cuidar de voce...
Não dei amor e nem carinho...

Me desculpe se foi agora que me toquei..
Se ainda restar um pouco de sentimento em voce,
será que pode os erros esquecer ?

Caso seja dificil lidar com esse fato,
Eu te faço uma promessa,
Te conquistarei!
Irei mostrar, o nosso futuro...
Darei á voce uma chave...para abrir á porta do meu coração!
Mesmo se voce não me der atenção ...
Vou te reconquistar! Trazer de volta o que foi embora...
É joga fora o triste erro do nosso passado!

Obrigado por Ler !
 
Me perdoa..

As Voltas da Vida

 
Sete anos,
Sete vidas,
Sete agonias
E de quanto te rias
No espelho reflectias
O ser que já não és
A mocidade que já não tens
O ser que almejavas perfeito
Mas desfeito de qualquer jeito

Sete anos
Me ignoraste
O mais que conseguiste
Foi um enorme desdém
Um ser que ficou aquém
Incapaz de amar alguém
Choras as vidas perdidas
As que te eram queridas

Andorinha andarilha
Nunca foste de arribar
O verbo amar ignoraste
Raízes nunca criaste
Querendo um dia voltar
Me pediste para te amar
Fizeste-me acreditar
Na oportunidade a dar

Santa arrogância!
De sete vidas passadas
que me amavas julgavas
Em tremenda ignorância
Foi-se toda a esperança
Vir a ser um dia o lar
Alguém a quem abraçar
Se eu voltasse a amar.
 
As Voltas da Vida

JESUS, EXEMPLO DE LUZ* (Inédito!)

 
JESUS, EXEMPLO DE LUZ*

Até aqui nos ajudou o Senhor
Até aqui seu perdão foi dado
Tudo tendes feito, por amor...
E o caminho ficará iluminado...

Mesmo se as lágrimas caírem,
Vós sereis bem mais valorizado...
Quando Vossos filhos se ferirem,
Glorificado, mais Sereis amado...

É chegada a hora de renascer
Corpo, alma nas lições de Jesus
Meditar e praticar, se converter
À fraternidade, exemplo de luz...

Ibernise
Indiara (Goiás/Brasil), 21/11/2008.
Inédito!
*Núcleo Temático Educativo.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 1998.

Link do poema natalino "DESCOBERTA DO SENTIMENTO NATALINO"

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21585

Link do poema natalino "ESPÍRITO NATALINO"

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=21583

Link do Poema natalino "Tempo de Contrição"

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=61588
 
JESUS, EXEMPLO DE LUZ* (Inédito!)

Pedir-te Algo? Jamais!

 
Pedir-te Algo? Jamais!

Jamais te pedirei para voltar,
Fazer-te renascer das cinzas
Que o fogo da tua insanidade
Ateou e te consumiu voraz.
E nem as gotas d’ orvalho
Choradas sobre ti e por mim
Puderam extinguir tal ódio.
Somos o nada que jaz inerte.

Que paixão nos faz, ainda, sentir
Esse amor falsamente jurado?
Porque te devo sentir amada
Se o que sinto é átomo amorfo?
Pedir-te para voltar seria um erro
Que prenderiam lágrimas vãs
Nos meus e teus olhos descrentes.

Não voltarei, jamais! Não libertarei
Teus fantasmas loucos de ciúme
Que te submergiram em pesadelos
Do abandono de tua alma à traição.
Se te pedisse para voltar, que dores
Renovariam as suas tenazes ferozes
Do ciúme, da mágoa, da descrença,
Torturando-me o meu mais íntimo?

Reacender a paixão, é-me impossível,
Nada resta para activar fogos fátuos,
Nem mesmo meu corpo envelhecido
E meu coração há muito se esfumou.
Todas as flores são belezas perecíveis
Diminutas no tempo e exíguas da vida,
Que enganam os sentidos e os sufocam
No seu egoísmo exibicionista, morrendo.

És resto de matéria orgânica duma flor,
Porcelana lançada ao solo, quebrada,
Jóia desgastada de riqueza lapidada,
Quem te quer e te pede para voltar?
És texto linear de inacabado poema,
Uma falsa musa, vulto sem espírito
Que vagueia gemebundo pela mente
Do escriba que não te deseja mais.

Nunca foste essa criança dita inocente
Que me libertasse partículas de amor
Capacitadas de osmose e de união
Perene de nós, verdadeiros amantes.
Foste apenas uma fornalha faminta
De ilusões, de fantasias e quimeras,
Foste a fornalha diabólica onde eu
Me consumi, escravo, por inteiro.

Não voltarei jamais, nem sequer pedir,
Aos teus encantos fúteis e ardilosos,
Que me embriagaram de mil conjuras
Perpetradas por ávidas hárpias como tu.
E os grilhões que a elas nos prenderam
Foram por ti moldados no ferro rubro
Que cravaste em mim impiedosamente
Surda a gritos lancinantes de meu amor.

E, se um dia, tomares a insanidade
Que te acometeu de ciosas vilanias,
Em desculpa das tuas maquinações
Reconhecendo que nunca amaste,
Que instigastes espias e enredos,
Que me apelidaste de vil culpado,
Sentenciado, executado, sem defesa,
Perdoar-te-ei, mas nunca a mim.

E, se um outro dia, reconheceres
A derrota da tua infame cobardia
Sediada do veneno da suspeição,
Na imputação dos mais vis pecados,
Com a tua permissão e aplauso,
Jurei vinganças mil. Consumiam-me!
A indiferença é a bênção final.
Perdoar-te-ei, mas jamais a mim!

Erraste em desejar-me submisso
Ao desejo do momento sonhado,
Erraste ao cravar-me de punhais
Envenenados pelas tuas serpentes
Aliadas por dores e partos suspeitos.
Se disseres: “errei, também, perdoa”
Perdoar-te-ei. Cedo, coração vazio,
Ao teu pranto, mas não me perdoarei.

Não! Não vou voltar, jamais sequer pedir!

Lisboa, 21/07/2015.
 
Pedir-te Algo? Jamais!

MELHOR PERDOAR!

 
MELHOR PERDOAR!
 
 
MELHOR PERDOAR!

by FatinhaMussato

Ah! Briguinhas de amor...
Parecem inofensivas,
Mas quanto se diz
Quando estamos magoados!
Palavras que deixam
Marcas dolorosas
Em nosso coração!

Palavras amargas,
Palavras espinhosas
Que ferem,
Que fazem sofrer
O ser a quem amamos
E, naquele momento,
Dizemos odiar!

Melhor perdoar,
Ser complacente,
Parecer resistente...
Fingir nada escutar...
Deixar que a mágoa
Se vá...
Devagar...

Melhor dar um sorriso,
Daqueles tão bons,
Que trazem de volta
O amor que sentimos,
A pessoa que amamos,
Ao nosso coração!

INÉDITO NESTA DATA
Jales (SP), 23/maio/2009 – sábado – 10h25m.

PS: POEMA NASCIDO A PARTIR DO COMENTÁRIO QUE FIZ AO POEMA DE GIL DE OLIVE: BRIGUINHAS DE AMOR!

Imagem: NET

Música: Porto Solidão / Jessé
 
MELHOR PERDOAR!

Falta de inspiração

 
Me perdoem se me falta a inspiração
Nesta hora que era minha para sofrer
Outras horas, com certeza, seguirão
Em que tenha menos tempo para viver

Me perdoem se não sinto a tentação
De juntar as mãos e vos agradecer
Pela vida, pelos peixes, p'lo sermão
Pelo pão que tenho à mesa para comer

Me perdoem se não vos peço perdão
Nunca foi e nem será minha intenção
Retirar-vos a razão, vos ofender

Considero ser um jugo, uma prisão
Ao haver um mundo inteiro à minha mão
Ter senão um livro à frente para ler
 
Falta de inspiração

SE ENTREGA LOGO

 
Ingrato coração
dê amor a este que tem por ti grande paixão
Tantos passos você deu em vão
e ele sempre lhe concedeu perdão
Às cegas se entregou no amor
no fim sofreu grande dor
Anos e anos coração sofrido
por você sendo oprimido
Ingrato coração
se entrega logo a este que
sempre lhe estende a mão
 
SE ENTREGA LOGO

O Inferno Não Perdoa

 
O Inferno Não Perdoa
by Betha Mendonça

Não almejo perdão do céu,
Por ter sido eu completa,
Repleta de erros e fel.

Para onde vou não importa,
Se eu fui doce e bondosa,
Ou se carrego a alma torta...

Pequei e nada a arrepender!

Tanto se me faz agora,
Ou na negra hora:
No inferno já estou a viver!
 
O Inferno Não Perdoa

O AMOR AINDA EXISTE.

 
O AMOR AINDA EXISTE.
 
O amor ainda existe.

É nos rios serenos
que banham os nossos corpos
que o encontro todas as manhãs
do nosso amor.

O amor ainda existe

Na serenidade do meu olhar
conquistada pela força
do perdão
quando um dia acordei
apos uma longa e tenebrosa
noite de desespero
e desilusão.

O amor ainda existe

Reflectido em duas estrelas
que iluminam as nossas vidas
impulsionadas pela luz e calor
que irradia do nosso amor
Existe na palma das minhas mãos
onde protejo
todo o meu mundo
e o meu coração.

São
14-02-2009
 
O AMOR AINDA EXISTE.

PERDOA-ME

 
Esta noite fui eu quem faltou ao nosso encontro
Que estava previsto e que tu tinhas marcado
Sei que sou culpado mas eu não desisto
Do teu amor, de te amar e de ser amado.

Eu não pequei peço-te para tu acreditares
Que tudo não passou de um mal entendido
Eu não pequei e ainda não sei porque faltei
Ao nosso encontro que eu te tinha prometido.

Agora estou a passeando na tua linda rua
Vem à janela, quero-te enviar um beijo de amor.
Que voará até ti e se colará aos teus lábios
A esses lábios, teus lábios plenos de ardor.

Faz-me um sinal, se quiseres que eu suba
Ao quarto andar do prédio onde moras
Acredita, correrei sem sequer me cansar
Eu pelo teu amor correrei minutos ou horas.

Quero voltar a te ter nos meus braços
Sentir o teu peito, o teu corpo, é emoção
Sentir o teu coração palpitar, beijar a tua pele
É um momento único de enorme emoção

Perdoa-me eu não queria ferir o nosso amor
Perdoa-me, do coração por favor eu te peço.
Eu ficarei à espera que o telefone toque
E para ouvir a tua voz, eu me apresso

A. da fonseca
 
PERDOA-ME

Oração de todos os dias

 
ORAÇÃO DE TODOS OS DIAS

Senhor, peço-te em nome de Jesus:

Que eu tenha coragem para assumir meus erros e humildade para corrigi-los;

Que eu sinta arrependimento sincero no momento de pedir perdão e saiba ter generosidade para perdoar quem me ofende;

Que eu tenha sabedoria para discernir entre o bem e o mal, de modo a não cometer injustiças, nem fazer o que desagrada o Teu coração;

Que eu tenha misericórdia para compreender as pessoas, de modo a amá-las e aceitá-las, sem fazer distinção;

Que eu não julgue, não guarde ressentimentos nem endureça o meu coração contra quem me fizer mal, mas que eu possa orar por quem me persegue, abençoando, perdoando e clamando por tua justiça, Senhor, uma vez que retribuis a cada um segundo o seu proceder;

Que eu não desanime, desista ou deixe de perseverar em Teu caminho, pois apenas ele é a fonte da verdade e da vida;

Que eu seja fiel a Ti em todos os momentos, sabendo diferenciar as coisas da carne e as do espírito, de modo a não cair em tentação e compactuar com o erro, a mentira e o mal;

Que eu sempre sinta gratidão por tudo o que representas em minha vida e por todas as dádivas que me ofereces todos os dias;

Que os teus Santos Anjos me acompanhem aonde eu for e que eles se acampem ao meu redor, para me livrarem de todo o mal e, também, para me revelarem tuas mensagens;

Que Jesus seja meu exemplo de conduta, de amor, de compaixão, de sabedoria, de humildade, de paz e de todas as virtudes que constituem o caráter discipular;

Que nada, nem ninguém, possa me separar de Teu amor, de Tua misericórdia, de Teus planos e de Tuas promessas

E que a Tua vontade seja, também, a minha, para que se cumpram em mim os teus desígnios.

Aleluia, amém!

(MCSCP)
 
Oração de todos os dias

Oração de todos os dias

 
ORAÇÃO DE TODOS OS DIAS

Senhor, peço-te em nome de Jesus:

Que eu tenha coragem para assumir meus erros e humildade para corrigi-los;

Que eu sinta arrependimento sincero no momento de pedir perdão e saiba ter generosidade para perdoar quem me ofende;

Que eu tenha sabedoria para discernir entre o bem e o mal, de modo a não cometer injustiças, nem fazer o que desagrada o Teu coração;

Que eu tenha misericórdia para compreender as pessoas, de modo a amá-las e aceitá-las, sem fazer distinção;

Que eu não julgue, não guarde ressentimentos nem endureça o meu coração contra quem me fizer mal, mas que eu possa orar por quem me persegue, abençoando, perdoando e clamando por tua justiça, Senhor, uma vez que retribuis a cada um segundo o seu proceder;

Que eu não desanime, desista ou deixe de perseverar em Teu caminho, pois apenas ele é a fonte da verdade e da vida;

Que eu seja fiel a Ti em todos os momentos, sabendo diferenciar as coisas da carne e as do espírito, de modo a não cair em tentação e compactuar com o erro, a mentira e o mal;

Que eu sempre sinta gratidão por tudo o que representas em minha vida e por todas as dádivas que me ofereces todos os dias;

Que os teus Santos Anjos me acompanhem aonde eu for e que eles se acampem ao meu redor, para me livrarem de todo o mal e, também, para me revelarem tuas mensagens;

Que Jesus seja meu exemplo de conduta, de amor, de compaixão, de sabedoria, de humildade, de paz e de todas as virtudes que constituem o caráter discipular;

Que nada, nem ninguém, possa me separar de Teu amor, de Tua misericórdia, de Teus planos e de Tuas promessas

E que a Tua vontade seja, também, a minha, para que se cumpram em mim os teus desígnios.

Aleluia, amém!

(MCSCP)
 
Oração de todos os dias

NO LIMITE EXTREMO DO CÉU

 
NO LIMITE EXTREMO DO CÉU

Paisagens encardidas dos canteiros de marginais sem fim. As buzinas empedernidas em cima em cima em cima de mim (logo em seguida os carros que estacionam em fila dupla). Vejo os meninos rindo. Meninos amigos, em bando. Estão brincando, lindos, ladinos, na saída da escola. No outro canto da rua o cachorro magro (puro osso) fuça, revira a boca do lixo. À minha frente um ônibus acelera e quase atropela a senhora idosa, velha morosa de andador(lerdeza que me acelera uma qualquer dor). É sempre uma nauseante droga. O que é esse maldito sentimento hipócrita de culpa, por nada e em relação a tudo... Fustigo furtar o castigo por uma redenção maluca, um escape consciente desta fuga quando a percebo já intrusa. Por esforço, lembro-me de mim, bem presente ali, olhos abertos e mente, a sentir-me livre de erros. Estou bem vivo, desnudo de sonhos vis ou placebos. E, me dou a mim, de novo. E me perdôo. Enfim, sobrevôo todo o escolho bem lá do alto. Plaino o campo de guerra desses falsos dilemas já sem essa casca oca da estúpida piedade e escalo os tons do meu próprio azul, pleno, até os limites extremos do meu céu.
 
NO LIMITE EXTREMO DO CÉU

TROCADILHO: MINHA PAZ!!!

 
A minha paz é a tua paz ou a tua paz é a minha paz?
A vossa paz é a nossa paz ou a nossa paz é a vossa paz?
Por que falamos tanto de paz se praticamos tanta guerra?
Se tanta guerra é feita é porque não temos paz?
Ao orarmos pela paz por que não temos paz em oração?
Ao pedirmos pela paz por que não cultuamos a paz?
Se a paz é o objetivo por que o objetivo não é a paz?
A paz talvez não se constitua na paz que queremos.
Temerosos e inebriados pela paz que não conhecemos, busquemos a paz que desejamos, mormente sem paz.
Suscito dúvida, cadê a paz, existe paz?
A dúvida rigorosa da existência da paz provoca o dilema da lida humana, quero paz, mas não busco a paz!
Ô papo chato este de paz, mas a chatice do conflito devastador me diz: “eu quero paz”.
Assim como o “Eu” que busca essa paz massacra o “Nós” que aniquila a paz almejada.
A minha ausência de paz busca a tua presença de paz.
A paz que persigo é uma caricatura da paz que perseveramos, como estou confuso? Acho que já não sei o que é paz e confundo os outros com esse papo redondo, pois não estabeleci começo e nem cheguei ao fim.
Mas, vigoroso de esperança tenho a paz divina, verdadeira paz, indubitável, buscada a cada momento da vida, por meio da oração e do perdão, obrigado meu DEUS, Eterno e Dadivoso pela minha paz.!!!

BUSQUEMOS SEMPRE A PAZ VERDADEIRA!!!!!
 
TROCADILHO: MINHA PAZ!!!

MOMENTO DE FE* (Inédito! / Poema Natalino)

 
MOMENTO DE FÉ*

Paz e perdão no fim do ano
No Natal cujo centro é Jesus
E cada um coração humano
Estara tomado pela via da luz.

E num sentimento que reluz,
No momento de cada mano,
Paz e perdão, no fim do ano,
No Natal cujo centro é Jesus...

No laborar e no ato insano,
Que à face contrita conduz
O redimir do sentir profano,
À remição dos pecados induz,
Paz e perdão no fim do ano...

Ibernise
Indiara (Goias/Brasil), 12.12. 2008.
*Núcleo Temático Educativo
Poema Inédito!
Direitos autorais reservados/ Lei n. 9.610 de 19.02.1998.
 
MOMENTO DE FE* (Inédito! / Poema Natalino)