https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Não me julguem louca

 
Tags:  esperança    ternura    peito    sinceridade    cruz  
 
NÃO ME JULGUEM LOUCA

Hoje meus braços se cruzam
sobre o peito.
Minhas mãos, dizem não!
E assim me deixam sem jeito.
Fica minha Vida uma cruz
É já o tempo que a nada me reduz.

Fico olhando o Céu
Aqui ao lado o livro aberto
Meus olhos ávidos de leitura
Pedem com ternura!?
Uma aragem que vire a página.
Porque meus braços estão cruzados,
Sobre o peito.
Minhas mãos dizem não!
E assim me deixam sem jeito.
Leio e releio páginas da minha vida
Tanta coisa já esquecida!?
Confronto-me com este dilema
Que me rouba o sono,
Me deixa neste abandono.

Open in new window

Sem qualquer emoção que me sóbre.
Resta do tempo chorar a perda.
Guardo algum sentimento mais nobre
Resisto como planta à geada.
Geada tardia!
E assim magoada.
Em mais um dia parada,
Meus braços continuam cruzados
Sobre o peito.
Minhas mãos dizendo não!
Alberguei falsas esperanças
Queimei minhas lembranças.
Minhas lágrimas são a prova
Da minha sinceridade
Minha angústia, mordo-a fechada na boca.
E assim morre minha vontade.
Mas meu sentido está vivo.
Não me julguem louca?!
Só meus braços continuam cruzados
Sobre o peito.
Minhas mãos dizendo não!
E assim dolente, me deixo, sem jeito.
Terá parado meu coração?


rosafogo



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1449
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
26
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tássia
Publicado: 05/02/2010 15:36  Atualizado: 05/02/2010 15:36
Participativo
Usuário desde: 22/01/2010
Localidade:
Mensagens: 11
 Re: Não me julguem louca
Sincerament, amei o seu poema!
sem comentário!


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 05/02/2010 15:54  Atualizado: 05/02/2010 15:54
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: Não me julguem louca
Rosinha, braços cruzados sobre o peito, podem ser uma oração muda, um acarinhamento da alma cheia, um agradecimento por tudo o que o nosso coração, cioso de vida, amealhou...
Mas o poema está belo, com passagens sublimes!
E sempre a saudade a escorrer-lhe das mãos...

Beijinho bom, mina amiga!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/02/2010 16:29  Atualizado: 05/02/2010 16:29
 Re: Não me julguem louca
Rosa...
Sempre a poetar o teu sentimento tão lindamente!
És uma poetisa e tanto,e neste quadro eu lhe vejo a enxugar o pranto ao recordar o passado que por vezes parece distante ,mas que está tão presente em tua vida!

Parabéns!
Amei!
Beijinhos ternos e carinhosos...
Uma linda tarde para ti!
JL


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 05/02/2010 16:45  Atualizado: 05/02/2010 16:45
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Não me julguem louca
Não és louca, não!Também tenho dificuldade em virar páginas.Algumas são muito difíceis da gente virar e seguir adiante.
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 05/02/2010 17:02  Atualizado: 05/02/2010 17:02
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: Não me julguem louca
Felizmente teu coração não parou.
Teus braços cansados estarão parados,
meditando contigo, um passado já perdido,
mas sempre recordado.
Lindo o teu poema amiga, como sempre.
Muitos beijinhos
Antonieta


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 05/02/2010 17:09  Atualizado: 05/02/2010 17:09
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Não me julguem louca
Se te julgarem louca pelo facto
de escreveres com tanta alma
então...
bendita seja essa loucura!
Gostei muito do poema. Beijinho.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 05/02/2010 17:54  Atualizado: 05/02/2010 17:54
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: Não me julguem louca
Amiga rosa

A vida é feita de trajectos paradoxais. Ora o sol brilha, ora chove torrencialmente.

É assim, e sempre será. Não há volta a dar, por muitas voltas que lhe demos.

Mais um belo poema, à tua maneira!

Beijinhos grandes

Gil


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 05/02/2010 19:11  Atualizado: 05/02/2010 19:11
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: Não me julguem louca
achas mesmo quem escreve assim tem o coração parado? só podes estar louca.


beijo


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 05/02/2010 21:50  Atualizado: 05/02/2010 21:50
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: Não me julguem louca
não te julgo louca minha amiga Rosa!
mas que sejas sempre louca o suficiente para continuares a escrever coisas lindas como mais este poema louco cheio de emoções!
beijinhos
Romma


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 06/02/2010 00:31  Atualizado: 06/02/2010 00:31
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15129
 Re: Não me julguem louca
Deixa-me triste cantando assim. Já está se despedindo e temos tanto ainda para ler e comentar! deixa disso. Lindo e melancólido texto, como é natural em ti. Beijinhos no coração e parabéns por mais este que tem tua marca registrada. Mais beijinhos!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/02/2010 09:30  Atualizado: 06/02/2010 09:30
 Re: Não me julguem louca
belo poema gostei tenho vindo a acompanhar as suas poesias e tenho gostado parabens bjs


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 06/02/2010 09:46  Atualizado: 06/02/2010 09:46
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Não me julguem louca
Vários poemas dentro de um mesmo poema,
ou as muitas questões que invadem o espírito de quem ousa questionar a vida, questionando-se a si próprio.

Viagens que um poeta
não pode deixar de fazer
no seu peito a palavra é seta
que já não pode desfalecer.

Envio um abraçooo! Abílio


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 06/02/2010 20:51  Atualizado: 06/02/2010 20:51
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: Não me julguem louca
Rosa

Muitas vezes a sinceridade faz cair algumas lágrimas mas deixa o coração leve.

Mais um poema em que te envolves em lembranças e trazes a té nós com momentos tocantes.

Beijos