https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Um grito que sobe da garganta á boca da rua

 
Um grito que sobe da garganta á boca da rua
Estavas no parapeito do mundo. Aves e insectos em alvoroço. O fogo crepita como um grito que sobe da garganta á boca da rua. Este quotidiano de corridas de bicicleta, de vozes mergulhadas no café da radio. É preciso acordar com o empenho de uma alegria solida. A nostalgia fica naqueles dias em que nos aproximamos do mar e ficamos perplexos e confundidos. Num clic surge a paixão, precisamos do seu sentido vulgar para adorar os deuses. Estavas no parapeito do mundo. Aves, insectos e homens em alvoroço

Lobo 07

 
Autor
lobodaescrita
 
Texto
Data
Leituras
445
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 08/12/2010 16:48  Atualizado: 08/12/2010 16:48
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Um grito que sobe da garganta á boca da rua
Adoro te ler.Muito.Mesmo.

Karla B

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 08/12/2010 19:18  Atualizado: 08/12/2010 19:18
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: Um grito que sobe da garganta á boca da rua
...chega nessa tempestade e sem aviso!

É bom ler-te

Beijos