https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CEDO

 
CEDO
Autor: Carlos Henrique Rangel

Que essa água
Desperte-me o dia.
Um começo mais cedo
Do que devia.
Mas a cama
Não me suporta mais.
Há um sem-lugar
Que não permite o repouso
E essa que banha o corpo
Desperta o dia.
Um começo mais cedo
Do que devia.
Que seja um bom início.
Um me achar
Em algum lugar
Que não seja esse...
Que a água matinal
Desperte-me o dia.
Esse começo mais cedo
Do que devia.

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
285
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.