https://www.poetris.com/
Sonetos : 

DE CIVITATE DEI

 
Tags:  Sonetos 1998  
 
DE CIVITATE DEI

De abstrato-armado s’ergue a Cidade de Deus;
Nas nuvens, logo acima às cidades terrenas.
É bem-aventurado o que por amor apenas
Acolhe indiferente os crentes e os ateus.

No seio dos cristãos, em Sião dos judeus
E com boa vontade após horas amenas...
Ou mesmo ao coração nas entregas mais plenas,
Lá estará Jesus reunido com os Seus.

É d‘onde a verdadeira Igreja longe vai
Buscar o pecador em espírito imerso
Às moradas d’além que tem o Nosso Pai.

Seu rebanho reúne às nações o disperso:
Nova Jerusalém, cujo traçado abstrai
O plano do Arquiteto em seu vasto Universo.

Betim – 12 09 1998


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
85
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.