https://www.poetris.com/
Poemas -> Surrealistas : 

Transformação

 
Tags:  fantasia    surreal    mudança  
 

Vive dentro de mim um poeta enlouquecido pelas tragédias
Em luta com demônios, creia-me estão aí, a destruir o amor
Entre amores não vividos, sofrimentos, e sua própria tolice
Não lhe pode avaliar o cotidiano ordinário dos transeuntes
Que passam abstratos à sua vida real, feita de amor pujante
Todavia invisível aos olhos que escrevem na lousa do normal
Há dias ocos de palavras, de vozes mortas, em coro desigual
Há desejos reprimidos que me ferem tão na carne e na alma
Aceno com meus gestos inglórios de aflições mal ordenadas
Sem jamais perder a ética por um qualquer encontro fugaz
Semeio violetas, mesmo a temer não as farei colher, amiúde
Sinto ter encontrado em ti o sonho que a vida fez concreto
Que afinal vai começando a amanhecer num enredo surreal
Tua silhueta nua, a me sussurrar no ouvido tudo o que calas
Não é hora para arrependimentos tardios, nunca amei tanto
Se fosse chorar até sumir o coração, ainda teria tanto amor
Mesmo que o amanhã, entre suspiros, anuncie a tempestade
Não haverá mais enganos, sombras ou dúvidas a conjecturar
Eu te amarei por mil vidas, pois te amar recompôs o infinito


Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.



 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
88
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
4
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 23/10/2019 01:18  Atualizado: 23/10/2019 01:18
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16269
 Re: Transformação
Poeta
Gostei imensamente! Levei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Chou
Publicado: 24/10/2019 02:00  Atualizado: 24/10/2019 02:00
Colaborador
Usuário desde: 01/02/2017
Localidade:
Mensagens: 534
 Re: Transformação
Na vida penso que sempre haverá horas de erros e quedas.