https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

a carta das minhas memórias

 
Tags:  amor  
 
Escrevo estas memórias, na esperança que a minha íntima saudade te desperte do teu caixão.
Torturas-me a alma, a mente e tudo o que te diz que te amo.Sufocas-me de quimeras ao dizer-me as palvras proibidas.
A noite convida-te, minha princesa do luar.
Ancorás-te no meu porto, minha musa viajante, na tua caravela salgada trazendo doce amor.
Vieste do otro lado do mundo, do oriente místico, do lugar mágico e do fim do mundo.
Na minha primeira visão de ti, a tua dança do ventre através dos movimentos do teu corpo pareciam exprimir uma sensualidade única com os teus olhos cravados em mim.
Apesar de no Oriente o sol nascer primeiro, tu nasces todos os dias em mim, rejuvenescendo a minha alma.
Infelizmente tiveste que partir, pois os tabus da sociadade não premitir o destino juntar dois opostos apaixonados.

 
Autor
deep felling
 
Texto
Data
Leituras
635
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 26/06/2008 14:35  Atualizado: 26/06/2008 14:35
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2775
 Re: a carta das minhas memórias
Tão lindo e tão triste que fizeram meu olhos soltarem lágrimas:

Abraços: