Sonetos : 

Ilusão

 


Sonhei tanto esta noite!...e o meu sonhar
Tinha um quê de assustador; parecia
Que um Mar que visionava, engrandecia
Mistério existente em teu olhar…

Eu caminhava então na Imensidade
Direita a um só Farol: -os olhos teus!
Erguia minha prece para os céus,
Buscando crente a sua claridade.

E quando enfim supunha adivinhar
Que era amor que eu lia em teu olhar
E o prazer me enchia o coração,

Vi as ondas quebrarem com fragor!...
Apagar-se o farol e o teu amor
Ser para mim apenas ILUSAO !

 
Autor
MCTAURINO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
985
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 02/10/2008 19:38  Atualizado: 02/10/2008 19:38
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4246
 Re: Ilusão
Que lindo soneto, apesar de apagado
o farol, de ser apenas uma ilusão,
ficou muito doce e belo, beijos!

Enviado por Tópico
GlóriaSalles
Publicado: 02/10/2008 19:40  Atualizado: 02/10/2008 19:41
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2008
Localidade: Flórida Pta-SP
Mensagens: 2514
 Re: Ilusão
Olha que coisa mais linda!!
Este soneto está maravilhosamente inspirado...
Lindo demais!
Só as pessoas com sentimentos tão ricos são
capazes desta proeza...
O seu perene talento me emocionou.
Se me permitir, volto para te ler outra vez...

Bjos
Open in new window

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 02/10/2008 22:30  Atualizado: 02/10/2008 22:30
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5058
 Re: Ilusão
Belíssimo soneto.