https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Ó Mar

 

O mar da minha alma
Unia não separava
Revolto, infecundo
Me deixas especado

O mar do meu querer
Fazia-me crescer

Na ilha plantado
Resta-me esperar
Uma espera infinita
A beira-mar sentado

O mar do meu sentir
Far-me-ia sorrir

Na volta de mim
O meu bem traria
Feliz me sentiria,
Num qualquer dia

Ó mar cruel
Aparta-te de mim
Pois feneço por aqui


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
623
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.