https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O NADA É ETERNO

 
Tags:  nada    e    o    eterno  
 
O NADA É ETERNO


Anoitece
as sombras vestem as casas
o sonho envolve os amantes
os pássaros dormitam

parou a eternidade.


Poesiadeneno
 
Autor
poesiadeneno
 
Texto
Data
Leituras
1599
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
26
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 11/08/2009 23:36  Atualizado: 11/08/2009 23:36
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: O NADA É ETERNO
Um poema doc_E_terno...

Abraçooo!
Abílio


Enviado por Tópico
laise
Publicado: 11/08/2009 23:42  Atualizado: 11/08/2009 23:42
Colaborador
Usuário desde: 16/06/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 746
 Re: O NADA É ETERNO
O nada ja foi algo...
e se foi algo
vai ficar eternamente
marcado...

Beijos e abraços com carinho
Sane


Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 11/08/2009 23:46  Atualizado: 11/08/2009 23:46
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: O NADA É ETERNO
Mais um poema que faz pensar, aberto a muitas interpretações.

Se o nada é eterno e se à noite (que pode não ter uma conotação negativa se abrir as portas ao sonho e à tranquilidade) a eternidade pára, é porque se alcançou o tudo. E o tudo já contém em si o eterno. Assim li!

Beijinho


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 12/08/2009 00:12  Atualizado: 12/08/2009 00:12
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: O NADA É ETERNO
desculpa,mas "parou a eternidade"????com o espírito que estou hoje só me apetece dizer:o que é que é mais monótono que a eternidade?resposta:a eternidade PARADA!AI!sinto-me dormitar como os pássaros...(un)comfortably numb.
não ligues,NÃO é o teu poema.sou eu.a culpa é da leitora.OK?Amanhã já estarei melhor,se Deus quiser.





Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 12/08/2009 01:29  Atualizado: 12/08/2009 01:29
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: O NADA É ETERNO p/ poesiadeneno
Olá caro amigo poeta

Excelente pensamento
na minha opinião é que
o nada é mesmo eterno
ele é nada diante do
nada de tudo....

Beijinhos no coração



Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 12/08/2009 13:23  Atualizado: 12/08/2009 13:23
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12077
 Re: O NADA É ETERNO
Quando o sonho pára a eternidade parece um mito em vazio...um nada eterno com tantos caminhos a explorar.

Beijos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/08/2009 13:43  Atualizado: 12/08/2009 13:43
 Re: O NADA É ETERNO
parou a eternidade
Ficou o momento.
Neno,
Gostei deste poema, a que chamaria: poesia-fotográfica.
Por isso, a outra foto, de certa forma perturba a leitura da tua »foto-poesia«.

Parabéns,

Abraço,

Paulo


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 12/08/2009 13:52  Atualizado: 12/08/2009 13:52
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: O NADA É ETERNO
Eu vi :)) o beijo monótono sem ponteiros de relógio! Vi, o espírito que vagueia no infinito...
vi... o paraíso declamado.
... o sol fugiu! E o amor, vítima da eternidade!
:)))

Beijo para ti!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/08/2009 13:53  Atualizado: 12/08/2009 13:53
 Re: O NADA É ETERNO
TUDO É NADA! COMO NADA É TUDO. ASSIM A ETERNIDADE...DO MOMENTO! BELO E DOCE.


BEIJO AZUL


Enviado por Tópico
Lara Adam
Publicado: 12/08/2009 14:04  Atualizado: 12/08/2009 14:04
Da casa!
Usuário desde: 16/05/2008
Localidade: Ponte de Lima
Mensagens: 450
 Re: O NADA É ETERNO
"O nada é eterno", este pensamento daria muito que pensar e muito que discutir! Eu diria que o nada não existe, só mesmo no pensamento de um poeta! Beijo Neno


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/08/2009 02:51  Atualizado: 14/08/2009 02:51
 Re: O NADA É ETERNO
O sol se foi, a dúvida vem, o sonho pára, o descanso chega. Parou? Não teve nem início, como pode ter fim.


Abraço em forma de laço.(como um presentinho)