https://www.poetris.com/

 
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 670 »
Textos deste autor
Offline
RicardoC
A PULSO
A PULSO A veia que me salta sob a pele, Ainda que saliente, mal se nota. Em minutos ao corpo ávi...
Enviado por RicardoC
em 21/09/2019 17:16:58
Textos deste autor
Offline
RicardoC
MELANCOLIA
MELANCOLIA Uma tristeza quase que bonita Há em teus olhos úmidos azuis, Enquanto, desolada, tu m...
Enviado por RicardoC
em 21/09/2019 11:59:46
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Quarenta graus
Quarenta graus No mês de setembro, em pleno inverno Está havendo por aqui um intenso calor Parec...
Enviado por João Marino Delize
em 20/09/2019 14:35:09
Textos deste autor
Offline
RicardoC
DUAS MEDIDAS
DUAS MEDIDAS Mal reparaste as flores dos ipês... Às voltas com querelas literárias Preferes arbi...
Enviado por RicardoC
em 20/09/2019 14:05:23
Textos deste autor
Offline
RicardoC
EQUINÓCIO
EQUINÓCIO Postos o dia e a noite em equilíbrio Pelo sol a caminho n’estes céus. Mais doura às pe...
Enviado por RicardoC
em 20/09/2019 00:14:49
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Jogos de baralho
jogos de baralho Às vezes vou percorrendo pela cidade E fico notando ao meio dalguma praça Pesso...
Enviado por João Marino Delize
em 19/09/2019 20:10:31
Textos deste autor
Offline
RicardoC
OUTRO PEDANTE
OUTRO PEDANTE Se pretende com versos demonstrar A vasta erudição que adquiria, Mais do que impre...
Enviado por RicardoC
em 19/09/2019 12:02:19
Textos deste autor
Offline
RicardoC
DO FACTO AO FACTOIDE
DO FACTO AO FACTOIDE Quem não contente já de escrever mal,  Xinga de analfabetos seus leitores.....
Enviado por RicardoC
em 19/09/2019 02:11:19
Textos deste autor
Offline
RicardoC
PERISCÓPIO
PERISCÓPIO Submerso n'um oceano de sargaços E ilhas de lixo plástico boiando Tento olhar ...
Enviado por RicardoC
em 18/09/2019 21:41:58
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Sem destino
Sem destino ÀS vezes vou caminhando pela estrada Sem destino eu continuo contemplando Pelas ruas...
Enviado por João Marino Delize
em 18/09/2019 19:56:57
Textos deste autor
Offline
Mainardes
Maturação
Onde ficaram minhas esperanças? Meu sorrido de infante; meu brilhante Olhar? Onde minha alma deli...
Enviado por Mainardes
em 18/09/2019 18:18:04
Textos deste autor
Offline
Mainardes
Ao som de Nirvana
Na incoercível ânsia torturante Em que imerso me encontro, no feio útero Do mundo, que decreta no...
Enviado por Mainardes
em 18/09/2019 18:16:38
Textos deste autor
Offline
Mainardes
Chuva de novembro
Ante teu derradeiro leito, amor Vejo as venturas todas diluídas Nesta tão triste chuva, que as fe...
Enviado por Mainardes
em 18/09/2019 18:12:44
Textos deste autor
Offline
RicardoC
NÃO SEI COMO
NÃO SEI COMO Outro dia, eu passei pela travessa Que dá no beco ao lado da quebrada No alto da pe...
Enviado por RicardoC
em 17/09/2019 21:40:57
Textos deste autor
Offline
RicardoC
ALFANUMÉRICO
ALFANUMÉRICO A escrita n'uma tábua-caracteres, Criptografada em nuvens de binários, Computa...
Enviado por RicardoC
em 17/09/2019 10:46:22
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Gosto pelas letras
Gosto pelas letras. Desde os nove anos eu já sentia Que tinha uma atração pela rima Que eu era a...
Enviado por João Marino Delize
em 16/09/2019 20:46:40
Textos deste autor
Offline
RicardoC
LE STYLO A CHANGÉ DE STYLE
LE STYLO A CHANGÉ DE STYLE Eu, quando comecei, era à nanquim: Com traço de arquiteto e i...
Enviado por RicardoC
em 16/09/2019 14:41:03
Textos deste autor
Offline
RicardoC
DESDE O COLÉGIO
DESDE O COLÉGIO Vinha pela alameda das figueiras Compenetrado e grave como um sábio. Trazia junt...
Enviado por RicardoC
em 15/09/2019 14:41:36
Textos deste autor
Offline
RicardoC
O MISANTROPO
O MISANTROPO Nunca esquece o ofendido àquela ofensa Que fez lhe arder o peito, por maldade. Tamp...
Enviado por RicardoC
em 14/09/2019 19:51:58
Textos deste autor
Offline
RicardoC
JOÃO NINGUÉM
JOÃO NINGUÉM Tantas vezes citado entre os senhores, Meu nome tem o mérito incomum De chamar muit...
Enviado por RicardoC
em 14/09/2019 03:50:03
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 670 »