https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

Noites de Sábado

 
Tags:  amor    família    crônica.pai e mãe  
 
Noites de Sábado
by Betha Mendonça

Já é tradição: sábado de tardinha todos chegamos um a um com nossas famílias - aves de volta ao ninho – na casa dos meus pais. Como as garças brancas que voltam ao abrigo do Mangal, nós buscamos aconchego sob as “asas” de mamãe e papai.

E tudo no apartamento deles são aconchego e afeto. A placa na porta da frente com a figura de um casal de “velhinhos” estilizados já avisa aos visitantes: Casa dos Avós.De velho nada vemos lá.A mamãe com seu notebook ligado está antenada com tudo de novo e moderno.O papai diante das enormes TVs LCD à cabo e jornais do dia está em constante atualização.

Cada grupo que chega é efusivamente saudado e acarinhado por eles e pelos que já estão ali. Logo o clã todo se reúne. Os homens conversam bebericando cervejinhas e beliscando deliciosos petiscos que mamãe providencia. As mulheres divertem-se em risadas e “fofocas” entre xícaras de café e pães de queijos, enquanto os jovens segredam aos primos e primas as últimas saboreando pizzas, pães, empadão de frango, sanduíches, refrigerantes e outras guloseimas.

A diversão familiar avança na noite. Todos se reúnem na sala. Vemos vídeos de antigas festas convertidos em DVDs. Gargalhadas e troça da aparência de um, careta de outro ou fragrante engraçado. Outra vez vemos um jogo de futebol, uma novela ou filme só para um grupo desfazer do time ou ator favorito do outro.E rimos...Rimos muito!

Se algum tem um problema todos dão força, abraços e beijos. E a gente tem a certeza que tudo vai ficar melhor e dar certo. Que as soluções virão a seu tempo.

Nas noites de sábado o mundo todo cabe dentro de um aconchegante apartamento, que é pequeno comparado aos enormes corações de meus pais, mas pode abrigar com largo espaço filhas, filho, genros, nora, netos, netas e bisneto.
 
Autor
Betha Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
974
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 28/11/2010 19:58  Atualizado: 28/11/2010 19:58
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Noites de Sábado
Muito embora me manifesta um tanto avesso a "crónicas", aqui no Luso ou em todos os jornais, porque, por regra, nada dizem, ou nada acrescentam, mas se atrevem a atacar problemas sérios com superficialidade e vulgaridade,confesso que li esta com muito agrado e ternura. Não lhe chamaria de "crónica" tão pouco. Talvez de "narrativa" a jeito dos maiores da nossa Língua, como A. Herculano.

Aplaudo.

Bj


Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 28/11/2010 20:21  Atualizado: 28/11/2010 20:21
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: Noites de Sábado
Esses momentos simples são o que mais valem nessa vida. Gostei de ler Betha...

beijo


Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 28/11/2010 22:16  Atualizado: 28/11/2010 22:16
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Noites de Sábado
Espetacular seu texto, grande poetisa do Pará! Linda semana pra voce!


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 28/11/2010 22:34  Atualizado: 28/11/2010 22:34
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11172
 Re: Noites de Sábado
Betha,
Um aconchego familiar onde impera a partilha e sobressai o amor.
Senti a tua falta.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/11/2010 22:46  Atualizado: 28/11/2010 22:46
 Re: Noites de Sábado
pude sentir o aconchego e me sentir em casa....mto bom