https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Meus Olhos

 
Open in new window
Meus Olhos

Meus olhos em faces tão pálidas
angustia infinita, invalida.
Eu olho o que resta, o nada.
sem rumo, indecisa barca.
a deriva na escuridão.

Meus olhos que olham perdidos
olham sem nenhum sentido
não sei até onde vão.

Meus olhos nos céus se demoram
refletem a lua distante
indiferentes e sem emoção.

Eles veem morrer a minha alegria
entre as sombras do coração
é uma lúgubre sinfonia
eles veem ao meu lado uma serpente...
A solidão!

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
182
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.