https://www.poetris.com/
Poemas : 

Faróis na imensidão do nada

 
O silêncio do vazio,
O som contínuo,
Do velho ventilador
Arrastando-se, sem muito vigor

Eu tinha uma vida,
Queria uma vida,
Longe desse teto,
Longe dessa casinha

Só queria um amor,
Um verdadeiro amor,
Feito os das antigas,
Os de hoje terminam na primeira briga

Eu quero silêncio,
Mas quero barulho,
E barulho de alegria,
barulho de vida

Eu quero sentido,
Pra essa vida sem sentido,
Sim, eu quero filhos
Porque são anjos,presentes do altíssimo

Pois então, será dissipada a escuridão,
Pois teus sorrisos iluminarão,
Guiarão a verdade que tentam ocultar
Escolha se renunciar, escolha amar

 
Autor
neon
Autor
 
Texto
Data
Leituras
183
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.