https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Conjunção carnal

 
Open in new window
Conjunção Carnal

Toco-te, oh esplendor,
em um mar de brancas espumas
num odor frenético de flores
e renasço a cada sensação
levado por forças noturnas
me deleito no enleio sensual
do teu baixo ventre acetinado
quando nossos corpos se fundem
em conjunção carnal

Cresce o fogo, nas ardentes labaredas
sinto o jogo do teu corpo pálido e macio
envolve-nos um oceano de safiras
que vira um oceano águas azuis cristalinas
nos sons do nosso tormento
o teu cheiro de menina
lentos gemidos entrecortados indefinidos
ecos de uma profanidade divina

Peco pelo amor que me transforma
mas minhas mãos são teu porto
estrela brilhante e luminosa
são tantas as tuas formas
e os desenhos do teu rosto

O teu olhar perdido refletido no vidro
que me olha com um amor incontido
teu beijo, tua boca, eu te quero comigo
sem você a vida não tem
nenhum sentido.

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
477
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2019 14:25  Atualizado: 12/03/2019 14:25
 Re: Conjunção carnal
Muito bom!

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 12/03/2019 14:33  Atualizado: 12/03/2019 14:33
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16003
 Re: Conjunção carnal
Poeta

O teu olhar perdido refletido no vidro
que me olha com um amor incontido
teu beijo, tua boca, eu te quero comigo
sem você a vida não tem
nenhum sentido.


Olha, quando li pensei que minha visão de calor da supergirl fosse derreter a tela!
Brincadeiras à parte! Gostei muito do que li!
Beijos!
Janna