https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

D'ALÉM-TUMULO

 
Tags:  SONETOS 2019  
 
D'ALÉM-TÚMULO

Em vagar pelo limbo, o inferno e o nada,
Consiste a minha vida após a morte…
Não que minha desdita ainda importe
Ou cuide ser mais que outra alma penada.

Há muito estes breus são minha morada!
Por fim, vaga presença, eu desconforte
Tantos antros escuros de má sorte,
Onde atravesso a noite neblinada…

Aqueles a quem eu jurei vingança
Visito d'além-túmulo na esp'rança,
De, com suas desgraças, ter justiça!

Concedo que hoje sou um tipo amargo
Lhes esperando a queda. Sem embargo,
Sapateiem por sobre a minha carniça!…

Belo Horizonte - 06 04 2019


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
516
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 09/04/2019 15:22  Atualizado: 09/04/2019 15:22
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2775
 Re: D'ALÉM-TUMULO
Soneto com rimas perfeitas. Nota 10

abraços


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/04/2019 08:35  Atualizado: 10/04/2019 11:19
 Re: D'ALÉM-TUMULO
Bravo!
Mestre, que gosto tenho em aprender contigo.
Um abraço