https://www.poetris.com/
Sonetos : 

SERENATA

 
Tags:  SONETOS 1991  
 
SERENATA

Meu olhar pelo teu tem procurado,
Tanto tua beleza em mim atua...
Sigo te procurando pela rua
Para te olhar e ver enamorado.

Deveras, eu pareço enfeitiçado...
E à noite, na luz pálida da lua,
Eu encontro a formosa forma tua,
Debruçada à janela do sobrado:

-- "Divina, escuta a voz de teu fiel!
A teus pés eu suspiro essa cantiga
Como súbito eu subisse até o céu..."

"Junto a ti, minha língua vã se abriga
E busca de teus lábios o troféu...
Eis, linda, quanto amor um peito obriga!"

Belo Horizonte - 12 12 1991


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
38
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.