https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Histórias

 
Histórias

Saber contar uma história
nem todos a fazem bem
eu sei que não é por querer
mas histórias bem contadas
só pela a avó ou a mãe.
A paciência de santas
de contar vezes sem conta
um conto de que gostamos
deve ser bem fatigante
mas, qualquer uma está pronta.
A ênfase sempre ajustada
seja prosa ou seja rima
voz de idoso ou de criança.
Grossa se é um homem,
se é mulher então mais fina.
Mas não fica por aqui
também imitar um cão
um sapo ou um burrico,
o passarinho ou a mosca
ou o rugido do leão.
Se necessário um gesto
para sacudir o gato,
co-co-ro-có se é galo
o piu-piu dum pintainho
ou o quá- quá de um pato.
Mas tudo era uma graça
por elas, assim contadas
que quando chegava o final
o sentir era de pena,
mas a rir às gargalhadas!
Agora que acabei
esta história peregrina
é um resumo verdadeiro
como as ouvia contar
quando era pequenina.


 
Autor
Volena
Autor
 
Texto
Data
Leituras
500
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
48 pontos
20
6
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
KaiiqueNascimentto
Publicado: 29/02/2016 16:01  Atualizado: 29/02/2016 16:01
Da casa!
Usuário desde: 23/09/2014
Localidade: Francisco Morato - SP
Mensagens: 272
 Re: Histórias
Ótimo, lembrar dos tempos que fazíamos de tudo para ouvir uma bela historia todos os dias do avós que nos mimava com todo seu carinho e atenção :)


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/02/2016 16:56  Atualizado: 29/02/2016 16:56
 Re: Histórias
Delicia de recordação, estou a me sentir pequenina
querendo mais
Obrigada amiga !


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 29/02/2016 17:32  Atualizado: 29/02/2016 17:32
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6488
 Re: Histórias
Poetisa Volena, que bom voltar a trás no tempo pra lembrar das histórias contadas pelos nossos entes queridos.

Este lindo poema me relembra velhos tempos em que me sentava noite inteira a ouvir histórias que avozinha nos contava.
É adorável o seu poema, gostei-parabéns.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 29/02/2016 18:42  Atualizado: 29/02/2016 18:42
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6797
 Re: Histórias
Lenbramças que passam pelas nossas mentes onde os encantos de um ontem se faz em recordar lindas coisas puras.

lindo poema


Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 29/02/2016 20:09  Atualizado: 29/02/2016 20:09
Colaborador
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 3001
 Re: Histórias
adorei seu poema vô-lena,mas ao mesmo tempo me fez lembrar uma coisa triste: não me lembro de nenhuma vez minha mãe me ter contado uma história..talvez as tenha contado,penso eu..um beijinho de carinho de seu neto adoptivo,kripy.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/02/2016 20:47  Atualizado: 29/02/2016 20:47
 Re: Histórias
Gostei da originalidade, parabéns!


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 29/02/2016 21:49  Atualizado: 29/02/2016 21:53
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16187
 Re: Histórias
Volena
Gostava de escutar os casos de meu avô! Histórias sobre lobisomens em noites de lua cheia! Minha vó gostava de inventar histórias sobre submarinos, que surgiam, inesperadamente, na praia e assustavam os banhistas! Rsrs
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 04/03/2016 22:47  Atualizado: 04/03/2016 22:47
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2674
 Re: Histórias
Senti bem esse texto. Tenho projetos para serem realizados ainda este ano. Lançarei um novo livro infantojuvenil. Quero ser um bom contador de histórias.


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 05/03/2016 16:10  Atualizado: 05/03/2016 16:10
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: Histórias
Boa tarde Volena, como de fato a gente se prostrava diante dos nossos ancestrais para escutarmos atentamente suas histórias sempre narradas com muita exatidão, nos dando a nítida sensação de estarmos inseridos na cena narrada pelo nosso contador de fatos, e fados, parabéns pelo vosso envolvente enredo literário, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 06/03/2016 12:27  Atualizado: 06/03/2016 12:27
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4239
 Re: Histórias
Minha querida Vólena,

Deliciosa a leitura de sua partilha, que se veio a revelar numa das melhores lembranças que muitos de nós retemos da infância.
A avó conta, a mãe aviva, e os filhos de olhos brilhantes se alegram e os netos se encantam, nesta história que sempre se irá repetir enquanto houver crianças a nos desafiar.

Como sempre a sua partilha é encantadora, e eu adorei poder lê-la.
Beijos

Eureka