https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sou O Que Sou

 
Não tenho orgulho do que sou.
Tampouco tenho do que faço.
Eu curto Cubain e o rei do Soul.
Colho flores em montes de aço.

Sou silêncio, sou circunspecto.
Um misto de Machado e Meirelles
De Lygia Fagundes Telles
Com um pouco de Clarice Lispector.

Tenho casuarina, sobrado e preguiça.
Cultivo ervas que me curam os males.
Tenho livros antigos, poço, hortaliças,
Vídeos antigos sobre o príncipe de Gales...

Tenho choupana, adoro chalaça,
Mulheres da vida difícil e fácil.
Tomo garapa, rum e cachaça.
Fumo plantas alucinógenas asiáticas.

Tenho pouco de Deus e de Satã.
Sou uma mistura daquilo que planto.
Sou um pouco de demônio e de santo.
Um tanto de tarde e muito de manhã.

Respeito o trânsito e a macumba.
Misturo sushi com chá e chuchu.
Plagio epígrafes das catacumbas
Erigidas em homenagem à Belzebu.

Pratico natação, maratona e suruba.
Nas noites sem luas, ritual satânico.
Eu mato macacos no sítio de Ubatuba
Retiro mexilhões em cascos de tartarugas.

Sou assim, sou humano, ocidental.
Na parede trago quadros virados para baixo.
No fundo do sítio tem um bambuzal
Que é banhado pelas águas do riacho.

Meu calcanhar de Aquiles é aquilino.
Rogo a Xangô uma vida em Xangrilá.
Arranco pelas raízes os atobás.
Rego as rosas no terreno pequenino.

Não tente desbravar quem sou nos versos.
Vou muito além do que seus olhos possam ver.
Sou uma mistura de desapego e querer.
Somos poeiras advindas do... universo!









Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
668
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
14
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 12/03/2019 17:16  Atualizado: 12/03/2019 20:16
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 974
 Re: Sou O Que Sou
Sou tudo isso e mais o que tem dentro do nariz um urso uma terrível constipação na hora de começar o circo russo (bem hajas em nome dos dois jorge e joel
) o mamastibet que vá marchar pro...


Enviado por Tópico
Mcris
Publicado: 13/03/2019 01:05  Atualizado: 13/03/2019 01:05
Super Participativo
Usuário desde: 17/11/2017
Localidade:
Mensagens: 125
 Re: Sou O Que Sou
Ahhh q lindo, última estrofe é perfeita...


Bjinho moço.


Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 13/03/2019 09:44  Atualizado: 13/03/2019 13:38
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 745
 Re: Sou O Que Sou
.
Tantos versos em que vale a pena pa(i)rar:

Colho flores em montes de aço.
(Sou)Um tanto de tarde e muito de manhã.
Na parede trago quadros virados para baixo.


E muitos outros.

Com uma pitada de nostalgia humorística: os vídeos do casamento do Carlos e Diana...
Uma forma muito engenhosa de falar de um passado que se foi e do qual sobram memórias quase kitsch...
Muito bom, caro Gyl.


Enviado por Tópico
ZESILVEIRADOBRASIL
Publicado: 13/03/2019 12:43  Atualizado: 13/03/2019 12:45
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 227
 Re: Sou O Que Sou
no olhar profundo todo o meu entendimento, não tanto por ser um Zé `dois e um`; preferi ater-me nos seus versos, do que ser um Zé nenhum...


"Rogo a Xangô uma vida em Xangrilá.
Arranco pelas raízes os atobás
Rego as rosas no terreno pequenino.
Não tente desbravar quem sou nos versos.
Vou muito além do que seus olhos possam ver."

Kaô Kabecilê, `amiguirmão`

meu abraço caRIOca, saído do coração


Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 13/03/2019 12:51  Atualizado: 22/03/2019 11:54
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2003
 Re: Sou o que sou numa mistura de desapego e querer, dois em um.
Sou uma mistura de desapego e querer, dois em um...