https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Soneto da Aura

 
Open in new window
Aura

Toda a escuridão turva meus sentidos
Fere-me a retina a ausência de luz
Não consigo ver e enxergo pelos ouvidos
É quase uma ferida vertendo pus

Sei que nem sempre a minha aura emite luz
É porque só o silencio transpassa o vidro
Minha face é coberta por um capuz
Negros espaços mortos em mim contidos

A eternidade fria esta a minha espera
Na rolagem desta gigantesca esfera
A terra vai me engolir neste processo

Quando azul do mar adentrar a terra
Ondas gigantes marcarão o fim da era
Enquanto isto, amor é tudo que eu peço

Alexandre


 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
123
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 25/02/2021 00:24  Atualizado: 25/02/2021 00:24
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 818
 Re: Soneto da Aura
Gostei do verso, " enquanto isto, o amor é tudo que peço "
Ter esse momento, esse tempo, o agora já é uma alegria