https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)

 
Open in new window


Não chores mais por aquela canção.
Seu corpo jaz ao chão
mergulhado em sagrada náusea.
Seus olhos vermelhos,
o cheiro de cannabis em seus cabelos,
sua silhueta magra se contorce
em sexo seco sem libido.
Fazer por fazer,
morrer por morrer.
A dor é a mais perfeita amante
para os que sentem a alma.
O fio da navalha,
a seringa vazia,
o grito angustiante,
a ressaca de uma noite
sem sentido.
Os pulsos, os olhos, o medo,
o receio de ter que dormir cedo.
O dormir profundo,
o dormir eterno,
um estampido etéreo...

...o chão vermelho.


Niterói, 01 de março de 2003.

 
Autor
RomuloNarducci
 
Texto
Data
Leituras
1277
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
shirley
Publicado: 19/04/2010 03:20  Atualizado: 19/04/2010 03:20
Da casa!
Usuário desde: 22/06/2008
Localidade:
Mensagens: 351
 Re: Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)
às vezes simplesmente o que há é o cansaço, e a entrega, dormir. Beijos poeta

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 19/04/2010 03:43  Atualizado: 19/04/2010 03:43
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)
Há almas maiores que o corpo, quando é assim, vão embora tão cedo. è assimmesmo como falas no poema.
Gostei e levo. bj

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 19/04/2010 09:09  Atualizado: 19/04/2010 09:09
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)
Quem convive com a dor
não sabe viver sem ela...
Estranha paixão com pouca glória
e muito drama.

Um abraçooo!

Abilio

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/04/2010 11:55  Atualizado: 19/04/2010 11:55
 Re: Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)
O artista nunca se entendeu com o corpo que lhe dava ser
Já cá não está
Mas cá viverá para sempre
O Rock´n Roll e o mundo da arte em geral muito lhe deve

Albertos

Enviado por Tópico
Xavier_Zarco
Publicado: 19/04/2010 12:23  Atualizado: 19/04/2010 12:23
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2008
Localidade:
Mensagens: 2253
 Re: Pálido Adeus (Ode a Kurt Cobain)
Camarada RomuloNarducci,
Bom instante este que nos apresenta. Nada melhor do que marcar o tom inicial para este género de tema e poema do que com um decassílabo sáfico. Depois, a digressão, do imóvel à queda. Gostei de ler e "a dor é [sem dúvida] a mais perfeita das amantes".
Um abraço
Xavier Zarco