https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Amor e Cinzas

 
Open in new window
Amor e Cinzas

Existe sempre uma doce lembrança
Que se eterniza em minha alma
Que me harmoniza na esperança
De encontrar luz nesta escuridão eterna

Nesta imensidão de ásperas cavernas
Onde cada eco é profundo delírio
E confunde-me na irrealidade de um desejo
De escapar desta tirânica prisão

Esta dor imensa é a minha masmorra,
meu martírio
Eu não sou o cadáver que anda
Todo o cadáver tem seu fúnebre cortejo
Meu único ensejo
é a solidão

Sou como a chama da lareira na varanda
Que de tão fraca e obscura, só existe na lembrança

Das cinzas de meu pobre coração

Alexandre

Alexandre

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
394
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.