https://www.poetris.com/
Sonetos : 

A Lua

 
Open in new window








A Lua

Há na lua um arco-íris sem as cores
A tez monocromática das eras
O feitiço nos olhos das panteras
Um sutil hipnotismo dos horrores.

Há na lua a contrição dos desertores
À luz minguante cuja noite gera
A certeza da morte que te espera
Há na lua dos mistérios, dos temores...

Outra há, por luzeiro mais afeita,
Recanto das paixões e dos amantes
Dessas noites que a vida a tudo enfeita,

Inumada no céu como se fora
Eterna testemunha dos instantes
E visão inalcansável das masmorras.



Álvaro Silva©


 
Autor
Álvaro
Autor
 
Texto
Data
Leituras
151
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
8
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 22/07/2018 15:48  Atualizado: 22/07/2018 15:55
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15068
 Re: A Lua
A Lua pode despertar temores e amores em uma poética e deliciosa ambiguidade. Gostei muito. Todavia, eu acho, que ainda há um pequeno deslize na escansão, talvez seja por causa das elisões/sinalefas. Também, acho, que não há um ritmo cadenciado devido ao posicionamento das tônicas. Mas é bastante natural esses pequenos deslizes. Anormal é estar tudo certinho. Acho que as regras prejudicam o pensamento. Por isso um soneto é tão difícil. Um forte abraço, Álvaro.


Enviado por Tópico
sirlanio
Publicado: 22/07/2018 23:30  Atualizado: 22/07/2018 23:30
Super Participativo
Usuário desde: 07/12/2017
Localidade:
Mensagens: 114
 Re: A Lua
Caro poeta,Meus sinceros cumprimentos por seu trabalho.Parabéns pela inspiração.Um abraço!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/07/2018 23:30  Atualizado: 22/07/2018 23:30
 Re: A Lua
Muito bem. gostei de ler este poema encantador.
Abraço.


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 09/08/2018 15:13  Atualizado: 09/08/2018 15:13
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9215
 Re: A Lua
Bom dia Álvaro, teus versos dão a Lua a suntuosidade que esta detém, e sendo assim nos influencia demasiadamente em nosso proceder cotidiano, parabéns pelo vosso incisivo poema, e impecável ilustração, um abraço, MJ.